Saiba o que fazer para cuidar das finanças e fazer a gestão de caixa da sua empresa nessa crise

20/05/2020 - 16h02

A Série IEL Mentoria em Gestão Empresarial realizou mais uma webinar para auxilar as empresas enfretarem essa crise. O PhD em Finanças pela University of London, Ricardo Mollo, deu diversas dicas de como fazer a gestão de caixa e cuidar das finanças da empresa. A Iniciativa, online e gratuita, reúne renomados especialistas nacionais para empreendedores a driblarem os efeitos provocados pela pandemia. Ao todo, serão oito consultorias sempre às quintas-feiras.

Com o tema ‘Reduzir custos e aumentar a eficiência operacional: um desafio constante’, o próximo webinar será nesta quinta-feira (21/05), às 16h em Mato Grosso, com o especialista Alexander Willy, sócio e CEO da WEXP-Willy Exponencial e sócio-gerente da Willy Innovative Consultancy. A transmissão é realizada pelas redes sociais do IEL ou da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Para participar, se inscreva aqui.

Confira 14 dicas da mentoria com Ricardo Mollo sobre ‘Finanças e gestão de caixa em tempos de crise’:

  1. Seja positivo em relação ao futuro no médio prazo, mas realistas em relação à crise no curto prazo;
  2. Faça um plano emergencial com metas claras para os próximos três e seis meses, realistas e factíveis. Não podemos nos iludir, as coisas ainda podem e vão piorar;
  3. O segredo é ser conservador financeiramente e arrojado comercialmente.
  4. As inovações devem gerar resultados no curto prazo para reposicionar o seu negócio, como novas vendas e muita eficiência. É preciso fazer mais ações com menos recursos;
  5. É vital uma liderança firme e eficaz, que seja transparente e não gere pavor nos colaboradores. Reestabeleça a moral do time para que tenham senso de urgência com a situação;
  6. Eventualmente, tome medidas mais duras: demissões, renegociações e vendas de ativos. Não pode ficar esperando, é preciso agir rápido;
  7. Se não tiver caixa suficiente, é preciso reduzir custos e despesas fixas, captar dinheiro ou vender ativos e identificar potenciais ganhos de curto prazo nas unidades de negócio;
  8. No limite da situação, se for necessário, atrase pagamentos. Mas sempre negocie uma solução;
  9. Cuidado com os endividamentos em excesso e com taxas altas demais, lembre-se que depois terá que pagar;
  10. Aumente as reservas e melhore o relacionamento bancário, tenha transparência com os bancos sobre a situação da empresa;
  11. Faça um mapeamento de custos e despesas a serem cortados, leve em consideração reduzir ou postegar investimentos com retornos de longo prazo;
  12. Crie um controle rigoroso de gastos. É preciso ser rápido nas ações, equilibrado emocionalmente, arrojado comercialmente, criativo nas soluções e inovações, além de ser conservador financeiramente;
  13. Antes de vender mais, tente diminuir a inadimplência; O cobrador é o primeiro vendedor, ele deve estar o tempo todo se relacionando com os clientes;
  14. Integre, ao máximo, a área comercial para incentivar novas vendas, novos canais, novos produtos com suprimentos para redução de capital de giro e planejamento rigoroso de compras.

Assista esse o webinar na íntegra: 

 

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

IEL - Instituto Euvaldo Lodi Núcleo de Mato Grosso
Av. Historiador Rubens de Mendonça, 4193 - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT - CEP: 78049-940
Telefone: (65) 3611-1549