Encontro de Gestores de RH reúne mais de 250 profissionais no IEL para debater a transformação digital

14/02/2020 - 11h55

“Cerca de 70% das empresas se tornaram mais efetivas no recrutamento e retenção de funcionários com a transformação digital. E isso não se trata de tecnologia, se trata de pessoas”. A Informação é do psicólogo especialista em gestão estratégica de pessoas, Luís Marino, que esteve no ‘Encontro de Gestores de RH’ para palestrar sobre a transformação digital na área de Recursos Humanos. O evento foi realizado pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL MT), na última quinta-feira (13/02), em Cuiabá.

“O RH está em todas as etapas da empresa, desde o modelo de negócios, operações até a experiência dos clientes. Para ser reconhecido, é necessário que o RH desenvolva papel estratégico e mostre indicadores, métricas e dados. É preciso saber onde está e ter clareza de onde a empresa pretende chegar no curto, médio e longo prazo. Com isso em mãos, o RH contribuirá estrategicamente com os resultados”, destacou Marino.

De acordo com ele, até 2025, previsões indicam que 40% das empresas “Fortune 500” não existirão mais devido à incapacidade de adaptação. “Ou a empresa evolui o pensamento digital ou deixará de existir, independente do tamanho”. Para a gestora Thenile Arruda, essa é uma questão vital e deve ser conduzida com extrema agilidade e atenção do RH, por ser a área responsável por selecionar e colocar as pessoas com as habilidades necessárias para o bom desempenho da empresa.  

No evento, os mais de 250 participantes também se atualizaram e esclareceram dúvidas sobre a ‘Nova Carteira de Trabalho Digital’. “A principal mudança é possibilitar a acessibilidade. O trabalhador pode acompanhar todos os eventos que são anotados na carteira de trabalho em tempo real. É a acessibilidade do exercício desse direito do cidadão em ter as informações prestadas, acompanhadas e verificadas em tempo oportuno”, explicou o superintendente Regional do Trabalho, Eduardo de Souza Maria.

Na oportunidade, o superintendente deu dicas de como atender a fiscalização do trabalho e pontos importantes que as empresas devem se atentar para evitar autuações. Segundo ele, as principais ilegalidades decorrem do desconhecimento da lei. “Então, conhecer a legislação e se apoiar em profissionais que podem orientá-los adequadamente serve como instrumento de melhorias dos processos da empresa e evita que ela incorra em irregularidades. A maior parte das empresas incorre do desconhecimento da lei, mas isso não serve de justificativa para qualquer irregularidade”, ressaltou Eduardo. 

Para o gestor de RH do Grupo Sperafico, Wilson Siqueira, o Encontro contribuiu para a atualização de temas importantes. “Foi bom esclarecer dúvidas quanto à carteira digital de trabalho, que estamos divulgando internamente na empresa. Lá temos funcionários bem antigos que têm dificuldade. E como somos muito auditados pelo Ministério do Trabalho, as dicas do superintendente contribuíram significativamente para uma melhor gestão. Assim o como os serviços do IEL e demais parceiros, como o Sesi e Senai, que nos orientam sempre”.

Confira fotos do Encontro aqui.

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

IEL - Instituto Euvaldo Lodi Núcleo de Mato Grosso
Av. Historiador Rubens de Mendonça, 4193 - Centro Político Administrativo - Cuiabá-MT - CEP: 78049-940
Telefone: (65) 3611-1549